Abrir menu superior
Circo legal não tem animal

Circo legal não tem animal

Justiça quer devolver animais para o circo!!!!!! Vamos ajudar a impedir isto?

Em agosto de 2008, foram apreendidos vários animais do Le Cirque, por estarem em óbvias condições de maus-tratos, o que geralmente acontece com animais em circos.
E eram muitos, entre eles: quatro elefantes asiáticos, um elefante africano, um rinoceronte branco, duas girafas, dois camelos, duas lhamas, um hipopótamo e uma zebra! Alguns animais foram acolhidos pelo Zoo de Brasília, como o elefante africano, o hipopótamo e o rinoceronte, onde estão recebendo os cuidados adequados e tendo uma vida certamente muito melhor do que teriam em um circo!
Os donos do Le Cirque sempre recorreram da decisão de apreender os animais e tentaram que fossem devolvidos ao circo.
Podemos entender que eles queiram os animais de volta e não se importem com seu bem-estar, mas o que foge à nossa compreensão é o fato de a Procuradoria de Justiça ter tomado a decisão totalmente absurda de devolver estes animais para uma vida miserável em um circo!
Infelizmente, ainda não há um posicionamento nacional sobre a presença de animais em circos, somente iniciativas regionais, o que por si só já é um absurdo!
Esta absurda decisão de devolver os animais foi acordada, dia 5 de março, pelo Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios.

A SZB repudia esta decisão. Nós somos contra a manutenção de animais em circos.
Em um momento onde o bem-estar animal é tão discutido, e que a SZB está mobilizando zoos no país todo para aprimorar seu manejo e melhorar cada vez mais a vida dos animais, é inaceitável que eles voltem a uma vida de escravidão em um circo, para nunca deveriam ter ido, em primeiro lugar!

Nos ajude a evitar esta tragédia!
Vamos nos unir e protestar contra esta decisão?

Assine a petição:

http://www.peticaopublica.com.br/pview.aspx?pi=BR80888

 

Carta de apoio da Associação Latinoamericana de Zoos e Aquários (ALPZA)

Carta de apoio da Associação Mundial de Zoos e Aquários (WAZA)

Nota de Repúdio da SZB

Animais no Le Cirque:

 

chimp

Os dois chimpanzés, além de mantidos em jaulas minúsculas tiveram os dentes arrancados, o que é extremamente cruel. Eram mantidos em jaulas de 2,25m2 e 3,75m2.

Em zoológicos, o tamanho mínimo do recinto para abrigar chimpanzés deve ser 60m2

 

Rino

O rinoceronte era mantido em um recinto com substrato e tamanho inadequados, apresentava uma condição corporal pobre e problemas clínicos nos olhos.

Em zoológicos, a área que deve ser disponível para rinocerontes é 600m2 para um casal. O rinoceronte era mantido em menos de 25% deste espaço, e sem tanque ou o lamaçal exigido por lei para os zoológicos.
hipo
Animais no Le Cirque

O hipopótamo ficava em um tanque muito reduzido, que além de restringir seus movimentos, não permitia uma boa higienização, e o animal ficava praticamente mergulhado nas próprias fezes. A área que ele ocupa também é muito inferior à que é exigida para os zoológicos.
elef
A forma como os elefantes eram contidos configura maus-tratos, de acordo com o Artigo 3º do Decreto nº 24.645/34 e o Artigo 32 da Lei de Crimes Ambientais, pois é considerado maus-tratos manter animais em lugares anti-higiênicos ou que lhes impeçam a respiração, o movimento ou o descanso, e os prive de ar ou luz.
Os elefantes ficavam presos no solo em dois pontos, um na pata dianteira, por correntes e por correia na pata posterior, que ficava apertada constringindo a pata.
Além disso manter elefantes em um substrato duro de cimento traz danos graves para as patas.
Para que zoos mantenham elefantes, eles têm que disponibilizar, para dois indivíduos, uma área de 1.500 m2, além da tanque para banho e áreas de cambiamento. E não correias e correntes que os prendam ao chão ou vagões minúsculos.


Veja todas as fotos dos animais em:

 

Administrador Blog SZB
Escrito por Administrador Blog SZB